amr

amr

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Medo de Amar


Tenho uma vontade imensa de ter trazer para minha casa, de dividir contigo o meu mundo e de cuidar de ti.
De cuidar de ti, como se de um bebé de dois anos se tratasse, porque sempre ouvi que "quem ama cuida".
Quero mesmo partilhar contigo a minha vida, porque sei que só juntos seremos felizes. Quero lutar por nós, pela nossa vida em comum, pelo nossos sorrisos, pelas nossas gargalhadas e pelas nossas trocas de olhar, que dizem tanto...
Mas em vez disso, sinto me presa. Sinto-me presa a algo que não sei explicar. Não consigo dar um passo e avançar porque sei que não irei suportar se as coisas correrem mal.
Sinto-me atada, trancada, jogada no chão... à espera do dia em que acordes e te entregues... e que me dês a mão.

2 comentários:

salto para a lua disse...

às vezes é preciso arriscar, nem que seja só um bocadinho :)

QUIM disse...

Amar acima de tudo exige redea solta e isso traz sempre risco..haaa mas no risco tudo se torna mais apetecivel ,mais intenso..gostei daqui ...seguindo-te.bj