amr

amr

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Eu queria fazer um balanço da minha vida mas...



Neste momento, não consigo. Está demasiado parada sem ti ao meu lado...
Parece que tudo ficou com pouco sentido e com tão pouco para contar.
Continuo a viver na corda bamba desde o dia em que te foste embora.
Deixei de conhecer a palavra estabilidade e os meus dias tornaram-se tão monótonos.
Já é raro falar no teu nome, mas às vezes, ainda há pessoas que se atrevem a perguntar me se sei algo de ti.
Não sei tanto quanto queria, mas sei o quanto necessito, para não ficar doida sem noticias tuas.
Já lido bem com a tua ausência, já não faço planos para te voltar a ver.
Como diria alguém de quem gosto muito, isso iria borrar toda a pintura. Iria estragar todo o trabalho que tive.
Apesar de tudo isto, tenho consciência de que sinto a tua falta, que tenho saudades tuas, mas que já não preciso de ti para viver.
Aprendi com a tua ausência a atravessar todos os dias a corda bamba sem cair e a arriscar-me sozinha nesta linha da vida, onde o maior risco que existem é ,sem dúvida alguma, não me conseguir equilibrar e cair.

1 comentário:

Meia Dose disse...

eu só sei que dava tudo para não me rever neste post.... :(