amr

amr

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Não sei se me torno repetitiva, mas...



Cada vez que os meus olhos se cruzam com os teus...
Dou por mim a pensar, dou por mim a pedir...
Que me tirem tudo nesta vida, menos a cumplicidade que sempre nos uniu.